Levi Torres Madeira

 Oftalmologista e Escritor de Poemas em Cordel

Textos

 
Discurso de Posse do Presidente do Rotary Club de Fortaleza-Dunas
Levi Torres Madeira em 04 de julho de 2013

Estimados companheiros e companheiras

 

Diz a Bíblia, no livro dos Salmos: “Cantai ao Senhor um canto de gratidão”. Atento a isso, o gigante da literatura espanhola e mundial Miguel de Cervantes anotou, em sua obra-prima “Dom Quixote”, bem no início do século 17: “Um dos pecados que mais ofendem a Deus é a ingratidão”.
 
 
Seja gratidão minha primeira palavra e seja gratidão meu primeiro gesto neste momento em que, menos por mérito meu e mais por crença de meus Companheiros e minhas Companheiras, tomo posse à frente da Diretoria do Rotary Club de Fortaleza-Dunas para o mandato 2013/2014.
Palavras e gestos de gratidão a Deus acima de tudo, por permitir a mim e a meus Companheiros e Companheiras de Diretoria o mínimo de saúde mental, física e emocional para assumirmos as tão grandes responsabilidades e realizarmos os desafios de nossa gestão, junto com todos os demais Companheiros e nossos Parceiros, dentro e fora do Rotary.
Gratidão à minha esposa, Eneida, de quem tanto tenho furtado (e de quem tanto tenho recebido) amor, carinho, compreensão... e parceria nesse mister e mistério de “dar de si antes de pensar em si”, seja em clubes de Rotary, seja no clube da Vida. Ao ingressar comigo no RC Dunas e na nova Diretoria, Eneida reconfirma seu espírito de desapego e de parceria ao manter-se ao meu lado em todas as circunstâncias.
Gratidão a minhas filhas, Ingrid e Sthéfane, junto às quais me vejo pai, irmão e amigo, quando não criança, pois, ao lado da orientação paterna, convive a felicidade fraterna, a alegria menina.
Gratidão aos Companheiros João Cesar Bertosi, presidente fundador do RC Dunas, e Seridião Correia Montenegro, a quem tenho a honra de suceder na Presidência e com quem, por ele ter aceitado a Secretaria, tenho a humildade de dividir a responsabilidade do cargo e dos encargos da Diretoria.
Também não dispensarei a participação e colaboração do meu futuro sucessor, Companheiro José Bonfim Almeida Júnior, nosso Júnior Bonfim, a quem pedi  - e desde já agradeço -  estar comigo na Diretoria, preparando-se para ser melhor  - muito melhor -  que eu, seu futuro antecessor, na vindoura gestão 2014/2015.
Gratidão também aos Companheiros e às Companheiras do RC Dunas, pois sei que a amizade e a confiança em mim e em toda a Diretoria transformar-se-ão em gestos reais de engajamento, de esforço, de participação, de envolvimento, de trabalho, em nome das coisas que faremos e das causas que defenderemos, dentro do saudável espírito rotário de que o maior benefício está sempre no melhor serviço.
Neste momento, em todo o planeta, uma única organização de homens e mulheres (posso assegurar-lhes: uma única organização, o Rotary) está multiplicando a solenidade que igualmente realizamos agora e da qual somos agentes ou testemunhas aqui nesta parte do Brasil, em Fortaleza.
Companheiros e companheiras: Nasci para a vida e para o Rotary no Maranhão. Portanto, saí de terras gonçalvinas para as terras alencarinas... sempre ficando em terras nordestinas, às quais, à maneira do poeta Olavo Bilac, amo com fé e orgulho, pois, filho, não verás chão nenhum como este  -- como este solo sertanejo, sobre o qual pisamos com respeito, porquanto, crestado pelo sol, é incrustado de energia telúrica, de sentimentos firmes. Fortes. Fartos. Férteis.
Neste instante em que assumo a Presidência do RC Dunas voltam-me memórias de minha vida rotária e descubro uma singular coincidência: a cada década, nas últimas três décadas, submeti-me a um novo rito de passagem rotário:
Em 1994  -- portanto, meados da década de 90 do século 20 –  ingressei em Rotary como membro do RC Imperatriz, no Maranhão, clube do qual mais tarde tanto eu quanto minha mulher, Eneida, fomos presidentes, depois de diversos outros cargos e encargos que assumimos e desempenhamos.
Após 1994, exatamente uma década depois, em 2004, já morando em Fortaleza, ingressei no RC Fortaleza-Oeste.
Agora, nesta década que já vai em sua terça parte, em 2011 e 2013, torno-me histórico fundador e, seguidamente, orgulhoso diretor-presidente do RC Dunas.
É evidente, meus Companheiros, minhas Companheiras,  que, em Rotary, as ações e realizações não podem esperar décadas para serem executadas ou contadas. O servir se realiza todo tempo, o tempo todo. Aqueles a quem vamos prestar nossos serviços já esperam e já esperaram demais. Essas pessoas, esses nossos irmãos, têm paciência. Nós é que não devemos tê-la. Parece, muitas das vezes, que paciência é uma espécie de indolência ou conformismo... disfarçada de virtude.
Não estou pregando que devamos resolver os problemas do mundo  -- e, sim, resolver parte desse mundo de problemas. É esta, no meu entender, uma justa leitura, uma adequada derivação do lema rotário “VIVER ROTARY, TRANSFORMAR VIDAS”, do nosso presidente Ron D. Burton, que estará no comando do Rotary International, mais o Companheiro Dejarino Santos Filho, Governador do Distrito 4490, no mesmo ano rotário 2013/2014, que agora se inicia.
Para isso, convido todos nossos Companheiros e Parceiros para as ações de MANUTENÇÃO e de EXPANSÃO a serem elencadas no Plano de Atividades que eu e meus Companheiros de Diretoria estaremos apresentando a todos nos próximos dias, após recolhimento e acolhimento de sugestões de todo o Clube e que constará certamente no nosso PLANO DE ATIVIDADES.
As ações de expansão têm a ver com novos projetos e as ações de manutenção dizem respeito à continuidade dos projetos e serviços iniciados e/ou absorvidos pelas Diretorias anteriores. Dentre essas ações, algumas que já me parecem estar consensadas:
- manutenção do apoio a entidades como a Associação Cearense das Mastectomizadas e o Recanto do Sagrado Coração;
- expansão, para 50, do número de associados, até o final deste ano rotário, e pelo menos mais dois títulos de Companheiro Paul Harris;
- expandir a promoção da imagem pública do nosso Clube e incrementar a qualidade do nosso já premiado Boletim, inclusive com versão eletrônica para o mundo;
- “apimentar” nosso momento Pinga-fogo, quando todos os rotarianos e rotarianas do RC Dunas levantam, debatem e atualizam questões sobre as quais, dependendo do caso, tomamos decisões;
- observar o cumprimento do horário das reuniões, posto que o sucesso advém, em especial, do adequado e eficiente uso que fizermos do tempo. Sendo o tempo um recurso não renovável, inegociável, imutável, devemos, como líderes que somos, dispensar a melhor atenção para, no tempo de nossas reuniões, fazermos a diferença na vida nossa enquanto agentes e na vida daqueles que serão destinatários de nossos esforços e serviços;
- desenvolver o Projeto “Visão do Escolar”, de grande relevância em especial para o estudante que, por definição, é um OBSERVADOR do mundo e um ABSORVEDOR de informações, das quais 80% lhe chegam através da visão.
Neste PLANO DE ATIVIDADES descreveremos a relação de outras atividades e ações, ligadas a processos de gestão na Diretoria e de motivação dos Companheiros e Companheiras para atingirmos a maior freqüência possível e homenagearmos cada vez mais Companheiros 100%.
Meu objetivo, nesta primeira mensagem presidencial, não é listar promessas, não é elencar ações, mas destacar, remarcar, ressignificar a razão ou as razões de Rotary: ser um clube de serviço que seja menos clube e mais serviços.
Companheiros e Companheiras, Senhoras e Senhores, volto a me referir ao lema do presidente do Rotary International: “VIVER ROTARY, TRANSFORMAR VIDAS”. Alguns de vocês sabem que sou um humilde escritor de versos e prosas. Entretanto, não porque eu seja um ordenador e ordenhador de palavras, a elas dando-lhes alguma ordem e delas querendo extrair-lhes algum sentido, mas chamo a atenção para os dois verbos do lema do presidente de RI: “VIVER Rotary” e “TRANSFORMAR vidas”.
O verbo, é a vida em movimento, é o sujeito em ação. Uma coisa é ESTAR vivo; outra coisa  -- bem maior, bem mais elevada --  é VIVER. Estar com vida não é viver; é, tão só, existir.
E o verbo “TRANSFORMAR”? Companheiros e Companheiras, o que queria dizer, que sentido quer emprestar o presidente Ron D. Burton com seu lema e com o verbo “TRANSFORMAR”. Setenta anos antes de Cristo o poeta romano Virgílio escrevia: “Feliz aquele que consegue conhecer a causa das coisas”. O verbo “transformar” é constituído da palavra “formar”, que é relacionada a “forma”, e do prefixo ou preposição latina “trans-”, que significa “além de”.
Assim, salvo melhor juízo, o lema de RI para 2013/2014 “VIVER ROTARY, TRANSFORMAR VIDAS” nos incentiva e nos orienta:
1º) não basta estar vivo no Rotary; é preciso viver Rotary, pois uma coisa é PERTENCER, outra é SER. Em outras palavras: o Rotary não é um clube para alguém entrar; o Rotary é para ser. Não existe duas peças distintas, onde uma é você e a outra é o Rotary. Não: Rotary é você. “Rotariano” é uma palavra que passa a ser mais um substantivo que um adjetivo, mais sujeito e menos predicado da ação. Eis o que é VIVER ROTARY;
2º)  quanto a “TRANSFORMAR VIDAS”. A força do prefixo “trans-“ nos remete para algo a mais, muito mais: “transformar” é ir além da forma, é dar a certas vidas uma forma de vivê-la com algo mais  -- mais dignidade, esperança, cidadania... e coisas materiais também, que estimulem essas vidas a alcançar estágios gradualmente mais elevados de qualidade e, por que não?, felicidade.
Portanto, estimados amigos e companheiros, o lema “VIVER ROTARY, TRANSFORMAR VIDAS” é a energia em movimento, a vida em ação... e transformação.
Do mesmo modo, percebo que o nome “Rotary” e o nome “Dunas” têm algo em comum, e com coincidentes pontos de contato com o lema do presidente Burton.  
Como é sabido, Rotary significa “rotativo”, “giratório”. E, por definição, dunas são montes de areias móveis. Assim, o ponto comum, o elo, o “link”, a ligação, o traço de união no Rotary e no Dunas também é... mobilidade, movimentação. Não a movimentação a esmo, incerta, ao acaso, aleatória, mas planejada, participativa, executada... e com bons resultados.
Nenhum de nós, como eu, precisa ser médico oftalmologista para sermos pessoas de visão. Mas as dunas que se formam em nosso litoral e nomeia um bairro nosso e o nosso Clube nos mostram, simbólica e geologicamente, que, de grão em grão, se formam montes, montanhas, cordilheiras  --  e que, de ação em ação, nosso clube será cada vez mais motivo de saudável orgulho e novos desafios.
Assim, Senhoras e Senhores, que o mesmo tempo que vê a união dos grãos consolidando-se em dunas, montes e montanhas testemunhe que a união do nosso ideal de servir, dos nossos esforços de realizar, contribuam para melhorar cada vez mais o mundo à nossa volta  -- e, por que não, cada vez mais o mundo no interior de nós mesmos.
Meus queridos amigos, minhas amigas, MEUS COMPANHEIROS E COMPANHEIRAS: termino com a palavra que iniciei  -- gratidão. Sou grato pelo esforço de cada um em investir tempo, paciência e carinho ao nos prestigiarem com o brilho e a atenção de cada um.
Que as suas palmas durante as reuniões no nosso Rotary Club de Fortaleza-Dunas aqueçam mais ainda nossa alma, estimulem ainda mais nossas ações e nos digam que vale, que vale mesmo a pena VIVER ROTARY e TRANSFORMAR VIDAS.
 
Muito obrigado e saudações rotárias

Levi Madeira

PS: Logo após estas fotos veja o que foi realizado 4 meses após a posse do Presidente Levi Madeira


Presidente do Rotary Club de Fortaleza Dunas discursa para  grande platéia e várias autoridades rotárias

Presidente Levi Madeira e sua esposa Eneida Madeira

Presidente Levi Madeira , Governador do Distrito 4490, Dejarino Santos Filho e
 sua esposa Joelma (1ª dama do distrito 4490)


Vejamos o que já foi realizado quatro meses depois da posse de Levi Madeira na Presidência do Rotary Club de Fortaleza-Dunas
 
  
QUADRO ASSOCIATIVO:
Assumimos o clube com 30 sócios, mas logo se desligaram três. Já demos posse a 12 novos sócios e passamos para 39 rotarianos. Como a nossa meta é chegarmos a 50, ainda daremos posse a 11 novos sócios. Dos 12 novos associados, 8 são afilhados do presidente do clube.
 
FUNDAÇÃO ROTÁRIA:
A nossa meta era fazermos dois títulos Paul Harris e contribuirmos com pelo menos dois mil dólares para a Fundação Rotária. Já fizemos 4 novos títulos Paul Harris, cada rotariano doou 100 dólares, o presidente doou 2 mil dólares e já contribuímos com U$ 5.200,00 quase triplicando a nossa meta inicial.
 
JORNAL DUNAS ROTÁRIO:
Nosso jornal que era de 4 páginas aumentou para 8 páginas, saindo rigorosamente na primeira reunião de cada mês e é impresso e virtual chegando desta forma a milhares de rotarianos e não rotarianos do Brasil e exterior. Nosso jornal dá cobertura total a todas as ações do clube.
 
TRIBUNA DO ROTARY DUNAS:
Inauguramos a nossa belíssima tribuna no dia da Visita Oficial do Governador Dejarino em 26 de setembro/13 sendo que também funciona como um armário com chave para guardar material do clube. Este púlpito foi doado pelo presidente e pelo novo associado Cilas Ferreira Silva cuja classificação é: Móveis-Fabricação.
 
PROJETO VISÃO DO ESCOLAR:
Nosso projeto Visão do Escolar já beneficiou 500 crianças do colégio Maria Alice. Fizemos o treinamento dos professores no dia 16 de agosto/13 deixando no colégio todo material necessário para a triagem. Em 15 dias os professores fizeram triagem nos 500 alunos e selecionamos as 40 crianças com deficiência visual. As primeiras 20 crianças foram atendidas com uma consulta de vista pelo presidente Levi Madeira que é médico oftalmologista em sua própria clinica no dia 14 de setembro e todos os óculos deste atendimento foram doados pela Ótica Diniz. No dia 19 de outubro/13 atendemos mais 20 crianças com a consulta de vista e os óculos deste atendimento foram doados pela Óptica Visare cujos proprietários (Reinaldo Steremberg e Yara) são sócios do Dunas que já foram admitidos neste ano rotário.
 
PROJETO DAS MASTECTOMIZADAS:
Além do aluguel mensal da sede desta associação no valor de R$800,00, com a intenção de melhorar a qualidade de vida das cerca de 500 mulheres quer formam a Associação Cearense das Mastectomizadas, o Rotary Dunas fez um projeto em parceria com o nosso distrito 4490 (CE-PI-MA), Distrito 3170 (Índia), Rotary Club de Ichalkaranji (India) e a Fundação Rotária. Neste projeto conseguimos 24.220 dólares (47.713,40 reais). O objetivo deste projeto é garantir o fortalecimento da A.C.M através da ampliação e modernização da fábrica de confecção de produtos íntimos especiais por meio da compra de máquinas de costura mais eficientes e modernas. Nesta ação do Rotary Club de Fortaleza Dunas de entrega dos equipamentos, que aconteceu no dia 21 de setembro de 2013, estavam presentes além de algumas das mulheres mastectomizadas, os rotarianos: Levi Madeira (Presidente do clube), Júlio Lóssio (Presidente Distrital da Fundação Rotária), Eneida Madeira (Coordenadora deste projeto), Seridião Montenegro (Secretário do clube), Luiziana Esteves (Comissão de Imagem Pública), Edgar Nakano (Comissão Quadro Associativo), Francisco Raimundo (Comissão da Fundação Rotária), Daniel Monteiro (Jornalista que tomou posse no clube dia 26 de setembro). Este projeto foi iniciado na gestão do Presidente 2012/2013 Seridião Montenegro e deixou aquelas mulheres muito felizes e agradecidas ao Rotary.
 
RECANTO DO SAGRADO CORAÇÃO:
É uma instituição que acolhe moradores de rua e dependentes químicos dando-lhes abrigo e alimentação, mas lhes faltam os insumos básicos!  Uma vez por mês companheiros do Dunas vão aquele RECANTO e preparam as refeições para estas pessoas carentes. Além de termos doado ao Recanto R$5.000,00 no início do ano rotário (3 de julho/13) resolvemos então fazer uma campanha para arrecadação de alimentos pois eles passam por grandes dificuldades em conseguir tais insumos. Vamos arrecadar o máximo que pudermos e no dia 9 de novembro, sábado às 10h, sairemos do Harmony Medical Center em comboio para irmos entregar estes alimentos numa grande festa solidária! Quem desejar participar desta nobre ação, pode trazer os alimentos não perecíveis aqui para a clinica (quartel general da campanha) Av. Dom Luis, 1233 sala 401 - Aldeota. Fones: (85) 3486-6363 / 3486-6461
 
IMAGEM PÚBLICA:
As ações do Rotary Dunas tem aparecido em jornais, radio, televisão, internet, facebook, levando assim a imagem pública de Rotary positivamente a diversos pontos do Brasil e Exterior.

FREQUÊNCIA NAS REUNIÕES:
A frequência dos sócios do Rotary Dunas nas reuniões (incluindo as recuperações) nestes 4 meses foi de 87.66%



Treinamento dos professores do Colégio Maria Alice que foi o primeiro a ser beneficiado pelo Projeto Visão do Escolar
Repórter da Fun TV entrevista o médico oftalmologista Levi Madeira que infoma detalhadamente como será a consulta de vista de cada criança
Cada criança passou por vários equipamentos sofisticados durante a sua consulta de vista e aqui a companheira Eneida auxilia a uma criança durante o seu exame de vista
Companheiros Seridião Montenegro e Luiziana auxiliam a uma criança durante o exame no auto-refrator
Criança passando pela consulta de vista no Greens

Óptica Visare aferindo os óculos de cada criança logo após a consulta de vista

Presidente Levi Madeira é recebido com festa pela criançada do Colégio Maria Alice ao ir entregar os 20 primeiros óculos no dia 4 de outubro/13

Rotary Dunas faz projeto de 24.220 dólares e doa 8 equipamentos para uma fábrica de próteses e peças intimas em beneficio da Associação Cearense das Mastectomizadas


Rotary Dunas faz camapanha para arrecadação de alimentos a serem doados no dia 9 de novembro no Recanto do Sagrado Coração
Rotarianos e não rotarianos como Leda Targino e esposo Targino e sua irmã Mazé se engajam de corpo e alma na campanha


Rotary Dunas faz campanha para arrecadação de alimentos a serem doados no dia 9 de novembro no Recanto do Sagrado Coração

No dia 26 de setembro na Visita Oficial do Governador Dejarino e sua esposa Joelma, o Rotary Dunas é agraciado como "FIRST CLASS" por cada sócio do clube ter contribuido com pelo menos 100 dólares para a Fundação Rotária já neste ano rotário.


AS AÇÕES CONTINUAM...
Se você sentiu desejo de participar do Rotary DUNAS entre em contato com o Presidente do clube Levi Madeira
levi.torres.madeira@gmail.com
Levi Madeira
Enviado por Levi Madeira em 24/10/2013
Alterado em 30/10/2013
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Levi Madeira e Rotary Club de Fortaleza-Dunas). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Obrigado pela visita e volte sempre!