Levi Torres Madeira

 Oftalmologista e Escritor de Poemas em Cordel

Textos


Este cordel foi escrito e declamado por Levi Madeira na festa de comemoração dos 24 anos de formados no dia 24 de agosto de 2012 no COCO BAMBU e esta é uma foto panorâmica dos colegas presentes


24 ANOS DEPOIS...



51ª TURMA DE FORMANDOS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ

"POR UM NOVO, CLARO BRASIL"


= FORMATURA EM JULHO DE 1988 =


POEMA EM CORDEL ESCRITO POR LEVI MADEIRA

24 ANOS DE FORMADOS



 
Em dezembro de 1981 começa a história contada neste cordel...


Finalmente o grande dia
O vestibular chegou
No dia da inscrição
Ninguém daqui vacilou
Era esta nossa sina
No curso de medicina
Todo mundo aqui marcou
 
Era tanta gente inscrita
Que o pátio todo lotou
Foram quatro dias de provas
Muita gente ali dançou
Era forte a emoção
E pulava o coração
História que nos marcou
 
Vestibular anulado
Logo após o seu final
Pois houve fraude alegaram
Anulação foi geral
Fomos de novo pra luta
Uma acirrada disputa
Eita guerra visceral
 
Vinte dias se passaram
E o resultado chegou
Sensação de flutuar
Nosso nome lá constou
Haja comemoração
Na cidade e no sertão
Todo mundo aqui passou

E no primeiro semestre
O básico se estudou
Cálculo foi uma delas
E que a muitos reprovou
Um quê de decepção
A turma queria ação
O segundo então chegou
 
E no segundo semestre
Finalmente anatomia
Dissecar peça por peça
E estudar fisiologia
A turma estava feliz
Cada aluno um aprendiz
Moldes de embriologia
 
E assim o tempo passou
Cada vez mais novidade
Muito estudo e plantões
Era muita atividade
No Zé Frota suturava
E nos livros mergulhava
Crescia nossa amizade
 
Lá no hospital São José
Foi outra instituição
Que a turma estagiou
Vendo muita infecção
Do tétano à meningite
Vi até parotidite
Treinamos fazer punção

Fomos à clínica médica
Passamos por cirurgia
Pela clínica obstétrica
E também neurologia
Vimos desidratação
E tanta atribulação
Naquela pediatria
 
Alguns até engessaram
Na traumato-ortopedia
Nariz ouvido e garganta
E muita patologia
Palpitava o coração
Com ECG ali na mão        (ECG=EletroCardioGrama)
Haja cardiologia
 
Já cinco anos se passaram
E o internato chegou
Atuando em cada área
Cada um se aprofundou
Teve muita afinidade
E também ansiedade
Gente até se apaixonou
 
Fiz CRUTAC em Icapui      (CRUTAC - Centro Rural Universitário de Treinamento e Ação Comunitária)
E eu lá muito operei
Fiz suturas e fiz partos
E lagostas devorei
Medicina preventiva
E doença hipertensiva
De Icapui eu gostei

Estamos já nos formando
Um feito de envergadura
Detalhes de cada coisa
Convite de formatura
Missa e aula da saudade
Foi muita festividade
Faixa verde na cintura
 
Seis anos de faculdade
Final do curso chegou
O sonho tão almejado
Em real se transformou
O sonho da medicina
Focado lá na retina
O diploma confirmou
 
Cada um seguiu seu rumo
E se especializou
Praticando a medicina
Cada um se aprofundou
Digo que é grande prazer
Todo mundo se rever
A saudade apaziguou


 
Levi Madeira dá boas vindas à turma e declama este cordel 


Boas vindas para a turma
Nós aqui queremos dar
Foram vinte e quatro anos
Desde a gente se formar
Mataremos a saudade
Hoje é só felicidade
Hora de comemorar
 
Quando eu vejo um de vocês
Alegra-me o coração
Pois amigos nos tornamos
Uma espécie de irmão
Vale a pena reunir
Pra gente se divertir
Justa comemoração

Para isto acontecer
Teve uma comissão
A Judith foi a fera
Com a fome de leão
Cada um ela cobrou
Face book detonou
Mostrou determinação
 
Nossa Mônica também
Muito nos incentivou
Veio até Coco Bambu
Cada prato examinou
É peixe com camarão
Carne pra degustação
Sobremesa aprovou
 
Tem boate e tem DJ
Foi do Túlio a seleção
Muitas músicas de época
Rigorosa operação
Cada um contribuiu
Comissão se reuniu
Hoje é só alta-tensão
 
Ana Paola veio do Rio
E trouxe o seu companheiro
E a Tânia de São Paulo
Num planejado roteiro
Isto foi demonstração
Grande amor no coração
Sentimento verdadeiro
 
Pouco mais no próximo ano
Vinte e cinco de formados
E para esta grande festa
Somos todos esperados
Dê também sua sugestão
Ouça a voz do coração
Estão todos convocados

A todos que aqui vieram
Queremos agradecer
Não permitamos que o tempo
Venha nos endurecer
Vamos mais nos encontrar
Experiências trocar
Muito mais nos conhecer




 
Turma conversando descontraidamente


 
Levi Madeira e sua esposa Eneida
 
Levi Madeira
Enviado por Levi Madeira em 02/09/2012
Alterado em 03/09/2012
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Levi Madeira e seu site: www.levimadeira.recantodasletras.com.br ). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Obrigado pela visita e volte sempre!