Levi Torres Madeira

 Oftalmologista e Escritor de Poemas em Cordel

Textos


Psicografando...


MEDIUNIDADE
 
Mediunidade nada mais é que uma comunicação
É faculdade de perceber uma outra dimensão
Onde encarnado e espírito em perfeita vibração
Transmitem seus pensamentos pela sintonização
 
Vida cá ou vida lá, entre dois mundos vivemos
Encarnados quase sempre de lá nos esquecemos
Mas pelo sono em geral do corpo nos desprendemos
E que também somos espíritos então compreendemos
 
Ao acordar, no entanto, não se consegue lembrar
Mas como sonho não raro algo vai sempre ficar
Menos apegado à matéria mais fácil de levitar
E mesmo encarnado se pode, como espírito atuar
 
Há, no entanto, alguns com mais sensibilidade
Sendo ostensivo o contato, e maior mediunidade
Mesmo despertos percebem presença de entidade
E se conectam ao mundo da espiritualidade
 
São conhecidos como médiuns e não se deve temer
Mas trabalhar a mediunidade e não se envaidecer
Como um dom natural que de Deus foi receber
Deve estudar e trabalhar pra melhor desenvolver
 
Atuando como intérpretes nesta comunicação
São os médiuns instrumentos desta outra dimensão
Os espíritos através deles ao mundo revelarão
Homens também o eram antes da desencarnação
 
O médium ao perceber e a sensibilidade surgir
Não desprezar o seu dom e também não se iludir
Aplicar sempre no bem e nunca deve desistir
De trabalhar em prol do próximo e procurar evoluir
 
Allan Kardec foi quem o Livro dos Médiuns escreveu
Instruções bem detalhadas ele lá nos forneceu
O médium não é melhor pelo dom que recebeu
É de fato mais um sentido que melhor desenvolveu
 
Sendo o médium, tão somente, meio de comunicação
Pela vontade dos espíritos, rege a sua atuação
Se os espíritos não quiserem mais sua colaboração
A mediunidade se extingue e se perde a ligação
 
Não se deve procurá-los com nenhuma idolatria
Trabalham juntos com espíritos pela sua simpatia
Não devem nada cobrar, mas fazer filantropia
São os espíritos que atuam e ao médium auxiliam
 
Em duas categorias pode o médium se encontrar
De efeito físico, é uma delas, que logo vou explicar
A outra categoria que também vou detalhar
É de efeitos intelectuais para o leitor se lembrar
 
Em maior ou menor grau surge na comunicação
Efeitos físicos e inteligentes, que emparelhados estão
Mas, pra melhor entendimento, eis a classificação
Ficando muito mais fácil a vossa compreensão
  
Os de efeitos físicos costumam estes fenômenos produzir
Corpos inertes em movimentos, sem ninguém a lhes bulir
Ruídos e voz direta, em geral, podem surgir
E até cura de doenças, não raro podem existir
 
Os trabalhos destes médiuns têm grande finalidade
Chamar a atenção do ser humano para a incredulidade
Vislumbrando o espírito, por sua manifestação
Quem sabe se abrandem as dúvidas do vosso coração
 
Médiuns sensitivos são aqueles que têm forte impressão
De sentirem que os espíritos ao lado deles estão
Podem sentir mesmo de leve aquela manifestação
Ficando algum tempo presente, uma estranha sensação
 
Audientes são os médiuns que com espíritos podem falar
A clariaudiência está presente e o diálogo vai se travar
Quando o espírito é conhecido da voz vai recordar
E mensagens do outro mundo aquele espírito vai deixar
 
Médiuns videntes têm o dom de os espíritos enxergar
Em vigília isto acontece, mas não é comum de se dar
Mesmo julgando eles que é através do seu olhar
É na visão da alma, de fato, que o fenômeno vai estar
 
O Sonambulismo é um fenômeno de levantar ao dormir
Emancipada aquela alma, fica bem mais livre pra agir
Vê seu corpo e pode, mesmo, andar, falar e discutir
Mas ao acordar de verdade, a lembrança vai sumir
  
A cura também se dá através da mediunidade
Atuando no perispírito, se trata muita enfermidade
Ao somatizar no corpo uma doença espiritual
Adoecem e os espíritos é quem curam este mal
 
Quando os espíritos se comunicam pela sua caligrafia
Mesmo sem ação de médiuns, é a pneumatografia
É fenômeno muito raro e do médium puxarão
Alguns fluidos cerebrais para esta execução
 
Psicografia é a mais comum forma, do espírito escrever
Das mãos do médium se utiliza, pra se fazer entender
Muitas páginas ficam escritas, num intercâmbio, pode crer
Falando-nos em detalhes de lá e da vida pós falecer
 
Correio mediúnico existe com a outra dimensão
Os dois mundos se entrelaçam se prestar bem atenção
A mediunidade bem conduzida é segura ligação
Os dois planos se comunicam pela divina permissão
 
Homenageio agora um médium da nossa grande nação
A caridade e humildade transbordavam em seu coração
A tantos por caridade e amor ajudou na evolução
Chico Xavier, o grande médium, deixou-nos grande lição



PS: Este texto não segue a metrificação preconizada pela teoria do cordel

O autor é Médico Oftalmologista

Acesse: www.levimadeira.com.br
Site do Escritor: www.levimadeira.recantodasletras.com.br


Levi Madeira
Enviado por Levi Madeira em 26/08/2011
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Levi Madeira e o site: www.levimadeira.recantodasletras.com.br ). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Obrigado pela visita e volte sempre!